Fibromialgia | Victoria Medicina

Dicas de saúde

Fibromialgia

o que é isso?

A fibromialgia ou síndrome dolorosa crônica é uma doença que acomete principalmente as mulheres entre os 30 e 50 anos. O diagnóstico é difícil em razão de suas características específicas. Até o momento a síndrome de fibromialgia não aparece nos exames laboratoriais, por isso o diagnóstico se limita a história clinica e exame físico.

Os principais sintomas são dor difusa generalizada pelo corpo, presença de 11 a 18 pontos dolorosos, fadiga, rigidez pela manhã, alterações do sono, enxaqueca, depressão e transtornos da ansiedade. Esses sintomas tem que estar presentes há pelo menos três meses.

Estudos descrevem comportamentos e atitudes comuns nesse grupo de pacientes. São pessoas que possuem características de arrependimento por omissão em situações passadas, geralmente vítimas da falta de apoio e de consideração dos outros. Geralmente foram displicentes com as necessidades próprias para atender as solicitações dos outros, aliás encontram-se angustiadas por não terem tomado as medidas cabíveis que mudariam todo curso de sua vida. Esses sentimentos corroem essas pessoas, comprometendo a capacidade de atuar na realidade presente impedindo de alterar os acontecimentos desagradáveis. Esse estado interior se intensifica a ponto de se tornar uma condição dolorosa, desencadeando o processo somático em forma de fibromialgia.
Existem certas atitudes que são extremamente importantes para serem praticadas, como fazer aquilo que gosta e o que realmente dá prazer. Mesmo sendo pequeno gestos, já representam significativos passos para se obter a satisfação pessoal na vida.

O tratamento de fibromialgia é mais eficaz quando são unidos medicamentos e cuidados não medicamentosos. O foco é evitar a incapacidade física, minimizar os sintomas e melhorar a saúde de modo geral.

O tratamento pode envolver:

Fisioterapia
Programa de exercícios e preparo físico
Massagem leve e técnicas de relaxamento
Terapia cognitivo comportamental.

Existem várias classes de medicamentos que são utilizados em conjunto com o tratamento não medicamentoso. As drogas mais utilizadas são analgésicos de ação central, incluindo algumas drogas antidepressivas e antiepilépticas que têm esta ação analgésica. Medicamentos para melhorarem o padrão do sono e miorrelaxantes também são, frequentemente, utilizados isoladamente ou em conjunto com medicamentos analgésicos.

A terapia cognitivo-comportamental é uma parte importante do tratamento. Com ela, você aprenderá a:

Lidar com pensamentos negativos
Manter um diário de seus sintomas e dores
Reconhecer o que agrava seus sintomas
Buscar praticar atividades agradáveis
Estabelecer limites.

Os grupos de apoio também podem ser úteis.

Entre outras recomendações estão:

Seguir uma dieta bem balanceada
Evitar cafeína
Manter uma boa rotina de descanso para 

Melhorar a qualidade do sono
Acupressão e acupuntura.

Os casos graves de fibromialgia podem ser encaminhados a uma clínica especializada em dor.

Convivendo/ Prognóstico

A fibromialgia é uma síndrome de longa duração com flutuações frequentes na intensidade da dor. Seguindo o tratamento corretamente e tomando os devidos cuidados dentro de casa, os sintomas tendem a melhorar. Mais importante ainda: com os devidos cuidados, a pessoa com fibromialgia não perde sua capacidade funcional.

Em casa, você pode tomar algumas medidas para ajudar no tratamento e a conviver melhor com a doença. Veja exemplos:

Reduza o estresse diário
Durma o suficiente para estar descansado no dia seguinte
Exercite-se regularmente
Mantenha um mesmo ritmo de vida
Preserve um estilo de vida saudável.

 

Dra. Keilla Motta
Endocrinologista
CRM – 12574

 

Victoria Medicina e Diagnóstico.
27 3061-4791

 

 

 


Outras dicas